domingo, 30 de março de 2014

Golden Four Porto Alegre

Sou apaixonada por patinação artística, adoro ver as apresentações magistrais daquelas patinadoras, mas o que me chama a atenção é como o dia pode interferir no resultado final. Todas são excelentes patinadoras, possuem altíssima técnica, mas no dia pode dar tudo certo ou tudo errado e algumas cometem erros tão bobos que é difícil entender.

20140322_182346 E na corrida é assim também, mesmo treinado, mesmo com bons resultados anteriores, o dia simplesmente pode ajudar ou prejudicar. Eu diria que esta é a graça do esporte, a corrida não perdoa a presunção e querer sempre bons resultados é uma receita para decepção. De maneira geral, os maus resultados nos fazem crescer e nos levam para os grandes resultados, claro se você souber aproveitar…

Tá bom, mas porque todo esse blablabla??? É simplesmente para dizer que o meu sub 1:45 finalmente saiu…. Este resultado bateu na trave mais vezes que o meu sub 50 nos 10km e desta vez o resultado saiu sem sofrimento, sem ter que me arrastar, a prova foi perfeita, como poucas provas conseguem ser.

Cheguei na prova apreensiva, primeiro por causa de todos os resultados negativos e segundo pelo treino da semana anterior (25km no sábado onde passei mal nos km finais por causa do calor e 10km em 50min me arrastando no sol escaldante). Para amenizar decidi encarar a prova como treino ou como um passeio e correr a um ritmo 5:00 sem forçar e assim garantir o sub 1:45.

Quando cheguei em Porto Alegre, levei um choque por causa do frio… Saí de SP com calor e realmente não esperava aquele friozinho e o primeiro pensamento foi “ih! não trouxe manguito”. Na realidade eu levei um agasalho por causa do ar condicionado do avião, senão nem isso eu teria rs rs rs O sábado foi um dia bastante agradável, estava com uma amiga de Brasília e tivemos um bom almoço, um belo por-do-sol e uma boa janta acompanhados de amigos queridos.

No domingo o dia amanheceu gelado, mas o manguito não fez falta. A prova estava relativamente vazia e a largada foi tranquila e sem atropelos. Comecei correndo sem forçar com ritmo 4:55 e decidi deixar o corpo ditar o ritmo. No km 5 o ritmo já estava a 4:50 e continuava me sentindo bem… Neste momento passou por mim os marcadores de ritmo de 5:00 e continuaram a abrir, olhei o relógio tentando entender se eu estava errada ou eles… infelizmente eram eles…. Não entendo como alguém vai para uma prova ser marcador de ritmo e corre no ritmo errado, eles estavam correndo sozinhos, o pessoal dos 5:00 já haviam ficado para trás há muito tempo.

Entre o 9 e 10km fiz o primeiro retorno e neste momento passei uma moça que havia me passado lá trás. Dos 10 até o 15 km acabei dando uma desanimada com os vários retornos que tinha na prova e a menina me passou novamente. Quando passei pelo 15km pensei comigo “Estou bem e está na hora de acelerar”, nisso a menina que estava na minha frente deixou o ritmo cair. Passei por ela e disse “Vamos embora, vamos terminar esta prova juntas”, ela me disse “Vamos sim” e começamos a acelerar, uma puxando a outra… Neste momento uma outra menina passou por nós e abriu uns 50m. Quando passamos pelo km 19, vimos a chegada do outro lado e dissemos agora só falta o retorno e chegamos.

Começamos a acelerar mais e alcançamos a menina que nos passou. As duas aceleraram ainda mais e eu não consegui acompanhar. Faltando uns 800m vi uma outra menina na frente mas num ritmo menor que o nosso. Na hora que lembrei do conselho de um amigo e resolvi ultrapassá-la.. Faltando 400m esta menina foi ultrapassada por mim e pelas duas que estavam a uns 50m na minha frente.

Quando cruzei a linha de chegada, uma pessoa bateu no meu ombro e disse que eu era a última, eu olhei e pensei como assim???? Daí eu vi a medalha de TOP20… Eu fui a última e se não tivesse ultrapassado aquela menina faltando 400m teria ficado sem a medalha…

20140323_091522Passado o choque inicial, olhei meu tempo final e o relógio marcava 1:41:32. Neste momento comecei a chorar sem parar e queria abraçar o mundo… Encontrei a menina que correu comigo e agradeci a ela por toda a ajuda…

Eu estou vivendo algo que nunca pensei que fosse capaz de fazer… Foi um resultado além dos meus melhores sonhos…

E não posso deixar de registrar um agradecimento a Drica (do blog http://correndonaviagem.blogspot.com/), ela foi a primeira a mencionar que eu podia ser TOP20, enquanto eu achava isso algo impossível… É uma querida amiga que está sempre aqui me apoiando e incentivando.

 IMG_20140323_090128

4 comentários:

  1. Parabéns Yeda
    Tempo de ouro merece medalha de ouro;
    #aisim
    Beijos
    Colucci

    ResponderExcluir
  2. Show,como se diz marcelo Resende eu estava lá e vi,Parabénssssss!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns, Yeda! show de bola! A Drica trabalha aqui pertinho de mim, hoje a encontrei. Pessoa bacana demais!
    bjs
    Sergio

    ResponderExcluir
  4. Minha amiga, feliz o dia que te reconheci no ônibus depois da G4 de Brasília! :)
    Eu preciso te confidenciar que toda sua dedicação não poderia resultar em outro cenário e por isso sempre acreditei que você conseguiria, e é por isso que estou emocionada demais com sua conquista! Vibrando muito por essa e pelas próximas que virão! Feliz demais por você :)

    ResponderExcluir